Ação Anti-inflamatória da acupuntura

Como a acupuntura combate, trata e recupera a estrutura que está inflamada?

Apesar de a acupuntura encontrar-se dentro da ciência, há mais de 30 anos, atendendo todos os requisitos metodológicos, sendo lhe atribuída total inclusão provida de cientificidade, muitos profissionais, mesmo pesquisadores desconhecem este fato, como cursei duas faculdade, uma das ciências naturais:

Enfermagem, e outra de humanas: Psicologia, encontrei muitos professores, que ainda repetem frases obsoletas errôneas em sala de aula, para um montante de alunos que a acupuntura é, apesar de reconhecida pelos conselhos de medicina, enfermagem, psicologia, fisioterapia entre outros, um tratamento alternativo, extra científico; totalmente compreensível a desinformação destes professores, pois, com tantas informações, estamos a cada dia mais, treinando nosso cérebro a pensar fragmentado, modo embasado e ensinado pelos meios acadêmicos que fracionam os conhecimentos de maneira organizada, contudo, engessada, Entretanto, aos profissionais que não tem como meta a fragmentação de conhecimento mas desejam prestar serviço de saúde ao consumidor final, devem estar atentos a uma amplitude maior e mais eclética de conhecimentos visando oferecer um serviço atualizado, holístico e eficaz em excelência para o seu cliente, desde que sempre, fundamentado pela ciência.

O conhecimento das ações antiinflamatórias da acupuntura foram uma das primeiras descobertas, aprofundadas e embasadas pela ciência esmiuçando suas ações em portadores de artrite, e logo após em todas as variadas “ites”, classificação denotação do processo inflamatório.

Costumamos defender idéia de que a natureza é perfeita, pois bem, a inflamação é um erro da natureza fisiológica humana; e se estabelece a partir de pequenas lesões em uma estrutura anatômica, nosso organismo erra e “entende, interpreta” a lesão como se houvesse ocorrido uma invasão por algum microorganismo, bactéria ou vírus, assim, nossas células de defesa, contingentes de nosso sistema imunológico, são carreados, erroneamente, para o local da lesão, posicionando-se de modo aglutinado, exacerbando ainda mais o dano, além de atrasar pronunciadamente o processo de recuperação.

Foram encontradas três ações de crucial importância, que combatem a inflamação:

A inserção criteriosa de agulhas em locais específicos, ativa a disseminação do sistema imunológico, gerando a estagnação, paralisação do agravo; (esta é a ação dos antiinflamatórios, como os que são produzidos a base de cortisona, que para exercerem esta mesma ação de diminuição imunológica, acabam por desencadear depressão imunológica sistêmica, ou seja, diminuem nosso sistema imunológico no corpo todo, no organismo inteiro, para que uma pequena área possa ser reparada, além de causarem danos às massas ósseas e sobrecarga no sistema digestório –fígado, e urinário-excretor- rim; por isso alguns médicos “odeiam” os antiinflamatórios e os utilizam apenas em casos mais graves, quando há um melhor custo x benefício, já alguns outros profissionais os utilizam de maneira indiscriminada, o que pode gerar, algo comum, pelo menos nos levantamentos clínicos que realizo, de o cliente que mantém o uso de antiinflamatório, que por conseqüência da depressão imunológica desencadeiam infecções oportunistas, como gripes, infecções urinárias, micoses, ou até células cancerígenas, pois a presença delas necessita de uma imunidade em boas condições e não deprimida);

A distribuição das agulhas potencializa a circulação sangüinea local aumentando o aporte de energia, nutrientes e oxigênio que serão necessários para a reparação do tecido lesado, ou seja, para a recuperação do órgão;

O estímulo das terminações nervosas livres encontradas nas camadas superficiais dos orgãos e pele, enviam mensagem para o sistema nervoso central de aumento de excreção de endorfina que no decorrer da sessão de acupuntura, no caso de tratamento com eletroacupuntura, no prazo de 15 minutos, resultam no alívio da dor.

11 3835-2003

Ação Anti-inflamatória da acupuntura - Agende agora sua avaliação por telefone, e comece seu tratamento.

Unidade I - Rua Marapuama, 64 – Lapa - São Paulo

Unidade II - Rua Guaipa, 51 – Lapa - São Paulo

Contato

Preencha o formulario.


Sites Parceiros: